Republicamos na íntegra, nota produzida pela Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo – APOINME, sobre o Movimento Indígena em Pernambuco. Confira:

Numa caminhada de mais de 08 dias, o Cacique Marquinhos Xucuru e Ângelo Bueno do CIMI, percorreram os povos Indígenas de Pernambuco, essa caminhada começou no dia 17 de fevereiro, e passaram pelos povos Kapinawá, Kambiwá, Tuxá de Inajá, Pipipã, Pankará de Arapuá, Atikum, Truka de Assunção, Truka de Orocó, Pankará de Itacuruba, Pankaiwka, Pankararu, Pankararu de Entre Serras e Fulni-ô.

Objetivo dessa caminhada de Marquinhos e Ângelo, foi de simplesmente tentar levantar o movimento indígena de Pernambuco, que segundo o Cacique Xukuru “o movimento indígena de Pernambuco, ficou muito concentrado em problemas internos, esquecendo a luta coletiva entre os povos, e com isso nossos inimigos estão se fortalecendo e caminhando a passos largos”. O que Marcos quis dizer é que grandes obras que impactam terras indígenas, estão sendo realizados como a Transposição do Rio São Francisco, Barragem da Pedra Branca, e a suposta construção de uma Usina Nuclear em Itacuruba.

Em cada aldeia em cada povo, Marcos e Ângelo se reuniram com lideres e comunidade, e falavam sobre a atual Conjuntura Política Nacional dos Povos Indígenas, e tocou bastante no assunto da PEC 215 e as 19 condicionantes da portaria 303, que ainda estão em cogitação no senado nacional, segundo o Cacique Marcos “esse é um chamado de nossa natureza sagrada, pois estão querendo tomar nossas terras, que foi conquistadas por nossos antepassados e onde vive nossas forças da natureza sagrada, e por conta disso não podemos deixar que isso aconteça, e para nos organizarmos precisamos fortalecer nossas bases, e marcharmos em busca dos nossos direitos”. Ângelo também foi muito categórico em suas falas, segundo ele “precisamos lutar contra essas grandes obras que impactam diretamente as terras e territórios indígenas de Pernambuco, não podemos deixar que uma Usina Nuclear seja construída no município de Itacuruba”. As visitas aos povos que o Cacique Xukuru junto com Ângelo do CIMI, foi promovida e financiada pelo próprio povo Xukuru de Ororubá, e o objetivo maior dessa caminhada não era de apenas informar as barbaridades que estão acontecendo contra os povos indígenas, mas de também fortalecer o movimento e de fazer mobilização sim, e para isso já está marcado para os próximos dias 08 e 09 de Março de 2013, uma reunião na TI Truka de Assunção, localizado no município de Cabrobó – PE, com todos os povos indígenas de Pernambuco.

Vai ser uma reunião onde os povos vão pensar, em que ações vão tomar para retomarem a luta pelos seus direitos, e que providencias vão tomar para revogarem a PEC 215 e a Portaria 303. Seguindo as palavras que foi bastante usada nessa caminhada de Ângelo e Marcos, “QUANDO EU DIGO QUE AVANÇA, AVANÇAREMOS”.

Uma Imagem para ficar na História, a grande e eterna Cacique Ilda Bezerra Pankararu de Entre Serras e o Grande Cacique Maquinhos Xukuru.

Fonte: APOINME

[important]Siga Índios no Nordeste no Twitter e curta nossa página no Facebook.[/important]