Crime teria ocorrido em 2008 e teria deixado outro menor, de 14 anos, ferido. Suspeito pode ser condenado de 12 a 30 anos de prisão pelos crimes.

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) denunciou à Justiça um homem conhecido como Manoel Benevides. Ele é suspeito de assassinar uma criança indígena na aldeia Anajá, na terra indígena de Arariboia, localizada no município de Arame, a 438 quilômetros de São Luís.
Segundo o MPF, o crime ocorreu em 2008 e teria deixa outro menor, de 14 anos, ferido. A denúncia diz que o suspeito teria efetuado seis disparos de arma de fogo contra índios que se encontravam na área de vivência da aldeia.
Um dos tiros teria atingido a vítima fatal, que morreu na hora, e os outros dois atingiram o jovem de 14 anos. A motivação do crime teria sido uma rixa entre o suspeito, filho de um conhecido fazendeiro da região, e o grupo indígena.
Para o procurador da República, Juraci Guimarães Filho, responsável pela denúncia, o crime foi brutal e covarde. “É preciso responder rápida e efetivamente aos crimes que atentam contra a vida, principalmente de crianças e contra etnias minoritárias e discriminadas pela sociedade”, ressaltou. Pelos crimes, o suspeito pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Fonte: G1